PPGEDH participa de mesa-redonda em congresso internacional

Coordenadora do programa também apresentou resultado de pesquisa financiada pelo CNPq

O PPGEDH (Programa de Pós-graduação em Educação e Desenvolvimento Humano) da Unitau participou, na última semana, da 13a. edição da CIRS (Conferência Internacional de Representações Sociais), realizada em Marseille, na França.

Na ocasião, a coordenadora do programa, Profa. Dra. Edna Maria Querido Oliveira Chamon, juntamente com as professoras doutoras Patrícia Ortiz e Letícia Costa e da mestranda Daniela Araujo, estiveram presentes em uma mesa-redonda realizada no primeiro dia do evento, que teve como tema “Risco e Representações Sociais”. A mesa-redonda também contou com a participação da profa. Dra. Gladis Camarini e da doutoranda Karla Carvalho, ambas da Unicamp.

photo_2016-09-22_10-27-12Abrindo os trabalhos, a professora Edna, que coordenou a discussão, destacou a importância dos estudos nessa área, articulando os principais aspectos dos trabalhos que seriam apresentados na sequência.

A mestranda Daniela apresentou aos presentes uma revisão da literatura disponível sobre o Risco e as Representações Sociais, demonstrando a relevância das pesquisas nessa área.

As professoras Patrícia e Letícia mostraram os resultados preliminares de uma pesquisa que vêm desenvolvendo sobre o Risco e as Representações Sociais na imprensa brasileira, tendo como estudo de caso o rompimento da barragem da empresa Samarco, ocorrida em novembro do ano passado.

A doutoranda da Unicamp Karla relatou um recorte de sua pesquisa de doutorado, na qual investiga as Representações Sociais do risco para funcionários de uma empresa de siderurgia.

Encerrando a mesa, a profa. Dra. Gladis Camarini apresentou os resultados de uma pesquisa que desenvolve na Unicamp sobre os riscos na construção civil.

Para a professora Edna Chamon, o encontro foi uma grande oportunidade de partilhar conhecimentos, conhecer pesquisas de todo o mundo, mas, principalmente, projetar no nome da Universidade de Taubaté no contexto internacional: “Hoje, mais do que nunca, é cobrado de nós, pesquisadores, esse intercâmbio interinstitucional. Mostrar que o nosso programa está inserido na construção do conhecimento é fundamental para nos fortalecer como Universidade”, avalia.

CNPq – Pesquisa financiada pelo CNPq e conduzida pela profa. Dra. Edna Chamon fez parte de um outro grupo de trabalho da 13a. CIRS, que aconteceu no segundo dia do evento. Com o tema Educação do Campo e Representações Sociais, o trabalho mostrou resultados sobre a formação docente de professores de Educação do Campo e as questões de relação entre teoria e prática docente.

Compartilhe

Tenho Interesse




    Skip to content