Corpo Docente

Ana Maria Gimenes Corrêa Calil

Doutora e Mestre em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC-SP , especialização em Psicopedagogia, graduada em Economia e Pedagogia pela Universidade de Taubaté UNITAU. Atualmente é professora de Metodologia do Ensino da Educação Infantil e Anos iniciais do Ensino Fundamental no Departamento de Pedagogia da Universidade de Taubaté – UNITAU. Foi coordenadora do curso de Pedagogia no período de 2012 a 2019. Coordenadora do Mestrado Profissional em Educação da mesma universidade de 2019 a 2021. Membro do CONSUNI – Conselho da Universidade. Participa do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Desenvolvimento Profissional Docente na PUC-SP e dirige o grupo Educação: desenvolvimento profissional, diversidade e metodologias, também do CNPq. Atuou como professora da Educação Infantil e dos Anos iniciais do Ensino Fundamental nas redes públicas municipal e estadual e na escola particular. Trabalha com a formação de professores em redes públicas. Participou do PIBID como Coordenadora de área e de Gestão. Estuda a formação de professores, a aprendizagem da docência, o desenvolvimento profissional docente e os professores iniciantes.

Cesar Augusto Eugenio

Doutor em Educação Linha: Educação, Sociedade e Processos Formativos, e Mestre em Educação  Linha: História, Historiografia e Ideias Educacionais, ambos, com o fomento da CAPES, pela Universidade São Francisco. Graduado em Filosofia, dedica-se ao magistério há 27 anos acumulando experiência da Educação Básica ao Stricto Sensu. Atualmente, na Universidade de Taubaté, é docente no Mestrado Profissional em Educação (MPE), Professor Assistente II de Filosofia e Ética vinculado ao Instituto Básico de Humanidades. Na mesma instituição está diretor do Departamento de Pedagogia e coordena os cursos de Filosofia e Sociologia na modalidade a distância, além de coordenar o projeto de extensão “Projetos de Vida: escolhas e desafios”. Como pesquisador, é membro do grupo de pesquisa do CNPQ – História e Patrimônio Ambiental e participa dos grupos de estudo vinculados ao MPE. Desenvolve estudos sobre a infância e sua educação, formação de professores, ética, política e sociedade. Organizou e escreveu várias obras na área da Educação, Filosofia, História Regional, Formação de Professores.

Cleusa Vieira da Costa

Doutoranda em educação no Doutorado Interinstitucional da Universidade Estácio de Sá e Universidade de Taubaté (DINTER). Mestre em Educação pela UMESP. Graduada em pedagogia pela UNITAU. Professora efetiva do curso de pedagogia da UNITAU, atuando nas áreas de Desenvolvimento Infantil, Metodologia da Língua Portuguesa, Alfabetização. Coordenadora da área de educação infantil Núcleo de Gestão de Convênios (NUGEC) da UNITAU. Coordenadora voluntária do Programa de Residência Pedagógica. Desenvolve atividades de formação docente tanto na esfera pública quanto privada, com oficinas de leitura, contação de histórias e metodologias de ensino.

Cristovam da Silva Alves

Doutor em Educação: Psicologia da Educação pela PUC/SP. Mestrado em Educação: Psicologia da Educação (PUC/SP). Graduado em Ciências com Habilitação em Biologia (Bacharelado e Licenciatura) pela Universidade de Mogi das Cruzes/SP (1983) e em Pedagogia (Licenciatura) pela Universidade Camilo Castelo Branco/SP (1986). Atualmente é professor permanente no Mestrado Profissional em Educação da Universidade de Taubaté – MPE/UNITAU. É supervisor escolar aposentado na Secretaria Municipal de Educação do Município de São Paulo. Membro do grupo de pesquisa “Educação: desenvolvimento profissional, diversidades e metodologias do MPE/UNITAU. Participa dos Grupos de Estudos GEPCEd (Grupo de Estudos em Pesquisa Colaborativa Educacional) e GT-Sócio Histórico, ambos vinculados ao MPE/UNITAU. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de Professores, atuando nos temas: formação inicial e continuada de professores, identidades, desenvolvimento profissional, profissionalidade e pesquisa colaborativa.

Érica Josiane Coelho Gouvêa

Doutorado em Computação Aplicada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/2016) com Estágio Sanduiche na Saint Joseph’s University, Philadelphia, PA. Mestrado em Computação Aplicada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/2008), Especialização em Ensino de Matemática (CEUCLAR/2010) e Graduação em Matemática pela Universidade de Taubaté (UNITAU/2004). Professora de Cálculo Diferencial e Integral da Universidade de Taubaté. Professora de Matemática e Estatística Aplicada da Faculdade de Tecnologia de Taubaté e Pindamonhangaba. Professora Permanente do Mestrado Profissional em Educação da Universidade de Taubaté. Diretora do Instituto Básico de Ciências Exatas da Universidade de Taubaté. Procuradora Institucional da Universidade de Taubaté, Membro do Conselho dos Órgãos Deliberativos de Ensino e Pesquisa da Universidade de Taubaté, Membro da Comissão Própria de Avaliação da Universidade de Taubaté, Membro do Conselho de Extensão da Universidade de Taubaté, Membro do Conselho Editorial da Universidade de Taubaté, Presidente da Comissão de Avaliação de Professores da Universidade de Taubaté. Experiência na área de Gestão Universitária, Assessoria Pedagógica e Ensino de Cálculo Diferencial e Integral, Cálculo Numérico, Estatística, Matemática Computacional com ênfase em Otimização Global Contínua.

Juliana Marcondes Bussolotti

Graduação em Escola de Comunicação e Artes pela Universidade de São Paulo, pós-graduação lato sensu em Designer Instrucional pela Universidade Federal de Itajubá, mestrado em Ciências Ambientais pela Universidade de Taubaté e doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista. Atualmente é pós-doc. do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial na América Latina e Caribe – TerritoriAL – UNESP, SP. Professora assistente III da Universidade de Taubaté, professora coordenadora do Mestrado Profissional em Educação da Universidade de Taubaté – MPE, professora do Departamento de Gestão e Negócios – GEN, integrante da Comissão Própria de Avaliação – CPA – UNITAU, conselheira do Comitê de Ética em Pesquisa – CEP – UNITAU, professora coordenadora do curso de geografia e artes visuais EAD da Universidade de Taubaté. Tem experiência na área de educação, geografia, turismo e meio ambiente, com ênfase em: Ensino Superior, Educação Ambiental, Educação Tecnológica e Arte Educação. Atuando principalmente nos seguintes temas: arte educação, formação docente, diversidade sociocultural e inclusão, educação ambiental para sustentabilidade, empreendedorismo e inovação, tecnologia da informação e comunicação e processos de ensino e aprendizagem. Linhas de Pesquisa: Empreendedorismo, Inovação e Educação; Formação Docente e Desenvolvimento Profissional; Inclusão e Diversidade Sociocultural; Saberes e práticas no uso de tecnologias em educação; Educação ambiental para a conservação da biodiversidade; Arte-Educação; Planejamento da paisagem; Uso público em Unidades de Conservação. Vice líder dos grupos de pesquisa: Educação: desenvolvimento profissional, diversidades e metodologias – UNITAU – Ciências Humanas, Educação; Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Saberes e Práticas em Educação à Distância – UNITAU – Ciências Humanas, Educação. Coordena o grupo de estudos Arte educação e criação no MPE UNITAU. Presidente da Associação Cunhambebe da Ilha Anchieta, ACIA e tesoureira da Organização Paulista de Arte Educação.

Kátia Celina da Silva Richetto

Possui graduação em Escola de Engenharia de Lorena EEL/USP(1992), mestrado em em Engenharia Mecânica na Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá UNESP(1996), doutorado em Engenharia de Materiais pela EEL/USP (2002) e especialização em Educação a Distância (2014). Iniciando Pós-Doutorado em Neurociência Aplicada a Educação e cursando Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho. Atualmente é professor assistente doutor da Universidade de Taubaté. Tem experiência na área de Engenharia de Materiais e Metalúrgica, com ênfase em Engenharia de Materiais e Metalúrgica, atuando principalmente nos seguintes temas: química experimental, química geral físico-química, química orgânica e metodologia científica. Assessora da Pró-Reitoria Estudantil desde Março de 2020. Professora de Química da EAD UNITAU desde Agosto de 2020.

Liliane Bordignon de Souza

Doutora (2020) e Mestra em Educação (2013) pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Graduada em Pedagogia (2010) pela mesma instituição. Bacharel em Ciências Sociais (2015) pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (Unicamp). Atualmente trabalha como professora do Mestrado Profissional em Educação na Universidade de Taubaté (UNITAU) e assistente de pesquisa no Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas (FCC). Realizou doutorado sanduíche (2017-2018) no Centre de Recherches Sociologiques et Politiques de Paris – CRESPPA/GTM, sob a orientação de Lucie Tanguy. É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Diferenciação Sociocultural (GEPEDISC/FE/UNICAMP). Realiza pesquisas, principalmente, nos seguintes temas: educação, trabalho e gênero; formação profissional e qualificação para o trabalho; trabalho docente.

Luciana Magalhães

Pós doutoranda no Programa de Educação: Psicologia da Educação -PUCSP (início 2022). Doutora pelo Programa de Pós Graduação em Educação: Psicologia da Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Mestre em Educação pelo Programa de Mestrado em Educação e Desenvolvimento Humano da UNITAU, Especialista em Educação Inclusiva e Gestão Escolar. Graduada em Direito e Pedagogia. Tem experiência como gestora de escola social, atuando em projetos de educação inclusiva e formação de professores na área da inclusão escolar. Atuou como conselheira e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Taubaté. É autora de trabalhos, pesquisadora e professora na área de Formação de Professores para Educação Inclusiva, Educação Especial-Inclusiva e Diversidade na perspectiva da Psicologia Sócio-histórica. Ministra disciplinas em nível de graduação e pós-graduação, atuando também como palestrante e formadora de educadores. Atualmente é professora do Mestrado Profissional em Educação da Universidade de Taubaté (MPE- UNITAU).

Márcia Regina de Oliveira

Doutora em Planejamento Urbano e Regional (UNIVAP, 2021); Mestre em Gestão e Desenvolvimento Regional (UNITAU, 2007); Pós-graduada em Gestão de Recursos Humanos com ênfase em Desenvolvimento Organizacional (INPG/UNITAU, 2000) e em Tecnologias em Educação a Distância (UNICID, 2015); Bacharel em Administração. (UNIMODULO, 1998). É professora das disciplinas Gestão Estratégica de Pessoas e Talentos e de Gestão por Competências na graduação da Universidade de Taubaté (UNITAU). Atua, também, como professora nos cursos de graduação em Administração, de Fisioterapia e de Estética da Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), lecionando as disciplinas Recursos Humanos I e II, Empreendedorismo Aplicado à Saúde e Gestão de Projetos em Fisioterapia. Atuou como Coordenadora dos Cursos Superiores de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, Processos Gerenciais, Gestão Comercial e Logística, na modalidade de Educação a Distância e como membro do NDE dos Cursos da área de Gestão e Negócios, na modalidade a distância na Universidade de Taubaté – UNITAU (2012 a 2019). Atuou como membro da Gestão Compartilhada do Núcleo de Educação a Distância ? NEAD/UNITAU (2020 a 2021). Atua como Coordenadora Pedagógica e de Regulação no NEAD/UNITAU. É Membro do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Saberes e Práticas em Educação a Distância do NEAD/UNITAU. Atua nos Programas de Mestrado em Gestão e Desenvolvimento Regional e de Planejamento Urbano e Regional da UNITAU. Membro da Comissão Assessora de Área do ENADE 2018 e 2022 no INEP – MEC. Atuou como Assessora de Gestão na Petrobras-REVAP de 2004 a 2012.

Maria Aparecida Campos Diniz de Castro

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de Taubaté (1983), mestrado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1995), doutorado (2000) e Pós-doutorado em Educação: Psicologia da Educação (2004-2006) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo com pesquisa realizada sobre o tema “A Constituição dos Saberes, o Pensar e o Agir mais Resiliente na Gestão: Percursos de Formação e Desenvolvimento Profissional”, sob orientação da Profª Drª Vera Maria Nigro de Souza Placco. Foi professora colaboradora doutora da Universidade de Taubaté, no quadro docente efetivo do Departamento de Pedagogia e nessa universidade desempenhou diferentes funções, desde seu ingresso em 1976 até sua aposentadoria em 2011. Foi membro do Conselho Universitário da UNITAU, Coordenadora Geral da Central de Estágios (2006-2010) e responsável pela Coordenação Pedagógica da Educação a Distância na Universidade de Taubaté (2006-2011). Ocupou o cargo em comissão de Diretora na Secretaria de Educação Municipal de Taubaté, entre janeiro de 2012 a novembro de 2014. Atualmente atua como: pesquisadora e coordenadora de projetos de pesquisa financiados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional CAPES; pesquisadora e docente do Mestrado Profissional em Educação e Mestrado em Desenvolvimento Humano: Formação, Políticas e Práticas Sociais da Universidade de Taubaté; docente do Mestrado Profissional em Engenharia Mecânica da UNITAU; professora dos cursos de pós-graduação em diversas áreas com a disciplina Didática e Metodologia do Ensino Superior e Psicologia: Desenvolvimento e Aprendizagem e Escola, Família e Comunidade (curso de Psicopedagogia – UNITAU); coordena e atua em Programas de Formação Continuada para a Educação Básica, em parceria colaborativa da Universidade de Taubaté com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e Secretarias Municipais de Educação no Litoral Norte e Vale do Paraíba; atuou como coordenadora e docente do curso de Pós-graduação em Gestão Escolar para formação de profissionais da educação para Administração, Planejamento, Inspeção, Supervisão e Orientação Educacional para Educação Básica; atuou também como professora adjunta e pesquisadora do Centro Universitário Modulo e da Universidade Cruzeiro do Sul(2015 a 2017) e exerceu a função de assessora de relações institucionais pela Fundação Universitária de Taubaté (FUST) e nos anos de 2018 e 2019 idealizou, coordenou e desenvolveu o curso de Pedagogia para a Faculdade Dehoniana com sede em Taubaté, obteve aprovação junto ao MEC (com nota 5). Atualmente: (i) orienta e desenvolve pesquisas com alunos do Programa de Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Humano e Mestrado Profissional em Educação, ambos da UNITAU; (ii) coordena cursos de formação continuada voltados para a Educação Básica e (iii) ministra aulas nos respectivos cursos de mestrados citados acima e junto aos cursos de pós graduação lato sensu aqui indicados e (iv) atua na Comissão de Avaliadores ad hoc da Fundação Carlos Chagas e como parecerista Parecerista ?ad-hoc? da Revista Eletrônica de Educação (São Carlos) ? Reveduc – do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos, ISSN 1982-7199, . Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Gestão Educacional e Formação Profissional e Continuada, especialista nos seguintes temas: desenvolvimento humano, aprendizagem e cognição do adulto; formação profissional e constituição dos saberes pedagógicos; gestão escolar, relação escola-família e resiliência na educação.

Maria Cristina Prado Vasques Cunha

Formada pela Universidade de Taubaté (UNITAU) em Ciências Biológicas Bacharelado (2003) e Licenciatura (2004). Mestre em Botânica A/C Fisiologia Vegetal pela Universidade Estadual de São Paulo “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) – Botucatu/SP (2007), e Doutora pela Universidade de Taubaté, pelo Programa de Pós Graduação da Odontologia, A/C Biologia Odontológica. Atualmente é docente da Universidade de Taubaté, atuando nas disciplinas de Citologia, Técnicas Moleculares, Biologia e Bioética e legislação do Biólogo nos cursos presenciais. Atua também como Coordenadora do Setor de Objetos de Aprendizagem da EaD UNITAU. Membro do NDE dos cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas, modalidades EaD e presencial.Professora convidada do Mestrado em Educação da UNITAU.

Maria Teresa de Moura Ribeiro

Graduada em Pedagogia pela Universidade de Taubaté (1991), mestre em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996) e doutora em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001). Atualmente é professor assistente doutor da Universidade de Taubaté, onde atua no curso de Pedagogia e no Mestrado Profissional em Educação e participa do Grupo de Pesquisa Educação: desenvolvimento profissional, diversidade e metodologias e do Grupo de Estudo Práticas Pedagógicas em Matemática. Seus temas de interesse e pesquisa são: ensino fundamental, escola pública, formação de professores, formação continuada e metodologia do ensino da Matemática.

Mariana Aranha de Souza

Doutora em Educação: Currículo (2011) e Mestre em Educação: Currículo (2006) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Graduada em Pedagogia pela Faculdade Maria Augusta Ribeiro Daher (2001). Atualmente é Professora Permanente do Mestrado em Gestão e Desenvolvimento Regional do Centro Universitário do Sul de Minas -UNIS-MG e Professora do Mestrado Profissional em Educação da Universidade de Taubaté. É pesquisadora do GEPI (Grupo de Estudos e Pesquisas em Interdisciplinaridade) da PUC/SP, do Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Saberes e Práticas em Educação à Distância, da Universidade de Taubaté, do Grupo Educação: desenvolvimento profissional, diversidades e metodologias da Universidade de Taubaté e do Grupo de Estudos e Pesquisas de Ensino de Ciências e Engenharia – GEPECE, da Escola de Engenharia de Lorena da Universidade de São Paulo – USP. Atua também como Coordenadora dos Cursos de Especialização em Psicopedagogia, Gestão Escolar e Metodologias Ativas de Aprendizagem e Ensino Híbrido da Universidade de Taubaté. Tem experiência como Orientadora de Pesquisas, Professora Universitária, Professora de Educação Básica e Diretora de Escola. Atua principalmente com os seguintes temas: Interdisciplinaridade, Formação de Professores, Currículo, Gestão Escolar, Didática, Educação à Distância, Tecnologias e Mídias Digitais e Metodologias Ativas de Aprendizagem.

Mércia Aparecida da Cunha Oliveira

Graduada em Pedagogia – Hab. ensino para deficientes da audiocomunicação pela Universidade de Taubaté (1982), Licenciatura plena em Ciências Físicas e Biológicas (1977), especialização em Psicopedagogia pela UNITAU, 1986, mestrado em Distúrbios da Comunicação de São Paulo (1996); doutorado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Professora assistente doutor aposentada da Universidade de Taubaté. Atuou no Departamento de pedagogia como docente nas disciplinas de formação geral e disciplinas específicas da Educação Especial (Psicologia do deficiente da audiocomunicação, psicologia aplicada à deficiência mental, Avaliação e orientação psicopedagógica do aluno com deficiência mental, Problemas Sociais do Surdo, Psicologia da Educação) e em outras licenciaturas da mesma Instituição em Psicologia da Educação de 1986 a 2009. Foi Chefe do Departamento de Pedagogia da Unitau entre 1993 a 1997. Coordenou e foi professora no Curso de Pós-Graduação lato sensu em Psicopedagogia da Universidade de Taubaté, São Paulo de 1989 a 2012. Foi professora de Ciências e Biologia na educação básica (ensino fundamental e médio) e na Educação Especial. Assessora da Pró-Reitoria Estudantil da UNITAU entre 2006 e 2009, atuando no programa de apoio pedagógico ao universitário com necessidades especiais. Assessora pedagógica para a inclusão do aluno surdo nas escolas municipais de Taubaté (2005-2006); professora nas disciplinas de Educação Especial e de Fundamentos da Educação Infantil no curso de Pedagogia – PARFOR, na Universidade de Taubaté em 2012-2013. Foi Diretora na Escola Escola Dr. Alfredo José Balbi da Unitau de 1997 a 2002 e 2015/2016 e Diretora da Escola Municipal de Artes Maestro Fego Camargo de Taubaté 2013/2014.

Neusa Banhara Ambrosetti

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de Taubaté (1967); Mestrado em Educação (Currículo) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1989); Doutorado em Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996); Pós Doutorado no Programa de Psicologia da Educação, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2006). É professora aposentada na Universidade de Taubaté, onde lecionou a disciplina “Psicologia da Educação”, no Departamento de Pedagogia. Atualmente é membro permanente do corpo docente do Mestrado Profissional em Educação da Universidade de Taubaté, onde leciona a disciplina “Profissão docente e desenvolvimento profissional”. Coordenou programas de apoio à formação docente no âmbito da Universidade de Taubaté, entre eles o Programa Institucional Institucional de bolsa de Iniciação à Docência – PIBID (2011-2015), o Programa de Consolidação das Licenciaturas – PRODOCÊNCIA (2011-2014), o Laboratório Interdisciplinar de Formação de Educadores – LIFE (2012-2014). Coordenou inúmeros programas de formação continuada de professores, desenvolvidos em parceria com sistemas públicos de ensino da região. Realiza pesquisas na área de formação de professores e integra, desde 2004, o Núcleo de Pesquisa sobre o Desenvolvimento Profissional dos Professores do Programa de Educação – Psicologia da Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É integrante da Rede de Estudos sobre Desenvolvimento Profissional Docente – REDEP. Atuou por vinte e sete anos na rede pública estadual de São Paulo, onde exerceu as funções de professora, coordenadora pedagógica e supervisora de ensino.

Patricia Diana Edith Belfort de Souza Camargo Ortiz Monteiro

Doutora em Ciências Ambientais. Especialista em: Gestão de Negócios Inovadores (UNINTER), Tecnologias Digitais e Metodologias Ativas na Educação (INESP), Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica (INESP), Gestão Ambiental em Empreendimentos Litorâneos (USP), Turismo e Meio Ambiente (SENAC), e Planejamento e Manejo de Unidades de Conservação (CATIE/Costa Rica). Atualmente é professora vinculada ao Departamento de Gestão e Negócios (cursos superiores presenciais) e aos Programas de Pós-graduação em Desenvolvimento Humano (permanente) e em Educação (colaboradora) da Universidade de Taubaté e professora do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá. Trabalha com gestão de cursos superiores e com regulação e implantação de cursos a distância no Instituto Nacional de Ensino Superior e Pesquisa (INESP). Tem experiência em Educação a Distância: Gestão de Programas, Projetos, Materiais Didáticos e Cursos de Educação a Distância (2012-2020), coordenação de polo (2009-2012) e docência, coordenação e tutoria de cursos (2009-2020). Trabalha há 20 anos com Educação Superior e há 12 anos com Educação a Distância. Tem experiência em Gestão: Projeto, Implantação e Gestão de Ambiente de Inovação – HUB (2019-2021), Diretora Executiva da Empresa de Pesquisa, Tecnologia e Serviços -EPTS (2013-2021), Diretora de Empresa Mista de Turismo (2004-2005) e Gestão de empresa própria durante 9 anos, Mentora de Negócios ABMEN-SP. Tem experiência de 20 anos em assessorias e consultorias nos setores público e privado, e de 14 anos em captação e gestão de projetos do terceiro setor. Participa de grupos de pesquisa, entre eles, o Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Saberes e Práticas em Educação à Distância e o GT de Representações Sociais da ANPEPP. Atua nos temas: Educação, Educação a Distância, Tecnologia Digital de Informação e Comunicação na Educação, Educação Ambiental, Representações Sociais, Empreendedorismo e Inovação, Turismo e Comunidades Tradicionais.

Rachel Duarte Abdala

Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1999), graduação em Licenciatura em História pela Universidade de São Paulo (1999), Mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (2003) e Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2013). Atualmente é professora assistente da Universidade de Taubaté e Professora colaboradora da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Coordenadora do subprojeto de História do PIBID-Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência na UNITAU. Coordenadora de projetos de extensão. Coordenadora Adjunta e Docente permanente do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Humano da UNITAU. Docente colaboradora do Programa de Mestrado Profissional em Educação da UNITAU. Pós-doutora em História da Educação pela Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de História, com ênfase em História, atuando principalmente nos seguintes temas: fotografia, representação, educação, cultura e reforma.

Roseli Albino dos Santos

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de Taubaté (1990), mestrado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia UniversidadePossui graduação em Pedagogia pela Universidade de Taubaté (1990), Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002) e Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2006). É docente em nível de graduação e pós -graduação na Universidade de Taubaté e atua no Departamento de Pedagogia, no Mestrado Profissional em Educação e no Curso de Pedagogia EAD. Tem experiência na área de Educação, com atuação em atividades administrativas e na docência em escolas de educação básica das redes pública estadual e municipal. Linha de pesquisa: Inclusão e diversidade Cultural, desenvolvendo estudos, principalmente, nas áreas da Educação especial na perspectiva da educação Inclusiva, na formação de professores e no desenvolvimento de práticas educativas inclusivas.

Suelene Regina Donola Mendonça

Doutorado em Educação pelo programa de História, Política, Sociedade da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo , Mestrado em Educação pelo programa de Psicologia da Educação – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo , Especialização Psicopedagogia pela Universidade de Taubaté. Graduação em Pedagogia com Habilitação em Deficientes da Áudio Comunicação pela Universidade de Taubaté (1981). Professora da Educação Básica II – Educação Especial (Def. Auditivos). Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (1982-2012). Professora Assistente III da Universidade de Taubaté, lotada no Departamento de Pedagogia, concursada na disciplina de Didática, membro NDE do mesmo Departamento (2018-2021). Professora e membro da Comissão de Pós-graduação em Educação (CPG-ED) do Mestrado Profissional em Educação da Universidade de Taubaté, atuando na linha Educação inclusiva e diversidade sociocultural. Coordenadora e psicopedagoga do Programa de Atendimentos de Estudantes aos Necessidades Educacionais Especiais (PAENEE) vinculado a Pro-reitoria Estudantil da Universidade de Taubaté. Atuou na coordenação de área de subprojeto da licenciatura em Pedagogia do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência (PIBID)da CAPES.(2015-2018). Atuou como conselheira do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Taubaté. É pesquisadora do ACESSI (acessibilidade escolar e sociedade inclusiva Grupo de Estudos e Pesquisa) da Universidade Municipal de São Caetano do Sul, do Núcleo de Estudos do Grupo Educação: desenvolvimento profissional, diversidades e metodologias da Universidade de Taubaté Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Políticas e Práticas Inclusivas, atuando principalmente nas seguintes áreas: educação especial, educação inclusiva, educação de surdos, desenvolvimento, ensino e aprendizagem.

Suzana Lopes Salgado Ribeiro

Suzana Lopes Salgado Ribeiro é professora, pesquisadora e mulher. Graduou-se em História pela Universidade de São Paulo (bacharelado 1998 e licenciatura 2003). Fez mestrado (2002) e doutorado (2007) em História Social na mesma instituição em que se formou, e pode, por meio de suas pesquisas, desenvolver um olhar especial para a questão de gênero, provocada pela ação dos movimentos sociais. Foi também pela pesquisa, na prática da História Oral, que aprendeu a ouvir histórias e compreender suas subjetividades complexas. É, atualmente, professora auxiliar nível I, da Universidade de Taubaté – UNITAU, onde atua como Coordenadora geral do Núcleo de Educação a Distância, e integra o corpo docente do Mestrado em Desenvolvimento Humano: Formação, Políticas e Práticas Sociais e Mestrado Profissional em Educação. É Professora de Mestrado em Gestão e Desenvolvimento Regional do Centro Universitário do Sul de Minas de forma que uniu em seu fazer a educação e a pesquisa, aprendendo e ensinando sobre práticas e formação docentes, sobre ensino de história, sobre as preocupações com as diversidades e diferenças, diferenças. Foi professora do Colégio Giordano Bruno, da Universidade Paulista – UNIP, e da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS. Nesses fazeres aprendeu a ensinar outras pessoas a serem pesquisadores, orientando trabalhos de graduação e pós-graduação, mas também aprendeu com seus alunos do ensino fundamental e médio a ensinar outros alunos na faculdade a se tornarem educadores. Realiza projetos de pesquisas na empresa Fala e Escrita Pesq. e Doc. Histórica., organizando centros de documentação e memória como recursos comunicacionais entre empresas e sujeitos. É pesquisadora do Neho em Rede – Núcleo de Estudos em História Oral, do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Ensino de História e Práticas de Linguagem – Currículo, História e Cultura (GEPEH/UFMS); Pesquisadora colaboradora do Centro Simão Mathias de Estudos em História da Ciência e Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Saberes e Práticas em Educação à Distância – UNITAU. A partir do que aprendeu com as pessoas e suas histórias de vida escreveu livros, entre os quais: “Guia prático de História Oral” (2011), “Vozes da marcha pela terra” (indicado para o prêmio Jabuti em 1998), “Vozes da Terra – história de vida dos assentados rurais de São Paulo” (2005) e “Produção do conhecimento histórico” (2009/2010), além artigos em livros e periódicos. Na busca por uma educação pública, democrática e para todos desenvolveu materiais de apoio acadêmico para o ensino à distância e ministrou cursos para a Universidade Aberta do Brasil – UAB e para a Universidade de Taubaté – UNITAU. Tem experiência de pesquisa e de docência em Educação, História e Metodologia de Pesquisa, atuando principalmente com os seguintes temas: História Oral, Memória, Identidade, Direitos, Diversidade, Diferença, Práticas Docentes, Formação de Professores e Ensino de História.

Valter José Cobo

possui graduação em pela Universidade Metodista de Piracicaba (1991), mestrado em pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1995) e doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1999). Atualmente é professor assistente doutor da Universidade de Taubaté, na qual criou e coordenou o curso de especialização “lato sensu” em Biologia Marinha além de pertencer ao corpo permanente de docentes dos cursos “stricto sensu” em Ciências Ambientais e profissional em Educação da Universidade de Taubaté. Atuou também como supervisor de área e coordenador institucional de área junto ao PIBID UNITAU, para a licenciatura de Ciências Biológicas.Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em Zoologia dos Invertebrados, atuando principalmente nos seguintes temas: biologia marinha, biologia de crustáceos decápodos sobre comunidades, populações, reprodução, alimentação e crescimento.

Virginia Mara Próspero da Cunha

Possui graduação em Licenciatura em Educação Física pela Universidade de Taubaté (1986), graduação em Licenciatura em Pedagogia, habilitação em Administração Escolar, pela Universidade de Taubaté (1989), graduação em Licenciatura em Pedagogia, habilitação em Magistério, pela Faculdade de Educação de Guaratinguetá (1996), MESTRADO em Educação: Psicologia da Educação, pela Pontificia Universidade Católica de São Paulo (2003) e DOUTORADO em Educação: Psicologia da Educação, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009). PROFESSORA ASSISTENTE III, efetiva, titular da disciplina: EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, da UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ – SP (de 1997 a 2021), tendo atuado como Coordenadora Pedagógica do curso de Educação Física (2008 a 2010 e 2016 a 2019), Diretora do Departamento de Educação Física da UNITAU (2011 a 2016). Membro do Comitê de Ética em Pesquisa da UNITAU. Representante do corpo docente da Área de Biociências, no Conselho de Administração (CONSAD), da Universidade de Taubaté. Professora Coordenadora do Subprojeto Educação Física PIBID/CAPES/UNITAU (Subprojeto Educação Física – 2011 a 2018) e Coordenadora Institucional do Programa de Residência Pedagógica/CAPES/UNITAU (2018 – 2021). assessora e coordenadora dos Programas e Projetos de Extensão, Pró-reitoria de Extensão, Universidade de Taubaté (2020 – 2021) Atualmente é PROFESSORA PERMANENTE do MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO /UNITAU (2014 – atual). Tem experiência na área de Educação Física Escolar e Educação, com ênfase em Avaliação e Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Física Escolar, Avaliação da Aprendizagem, Atividades Lúdicas na Educação Básica e Formação de Professores.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Tenho Interesse




    Skip to content