Professores do MPE apresentam pesquisas em Seminário Internacional na Argentina

O compromisso social com a transformação da realidade, frente os desafios da docência no século XXI é o pressuposto que orienta um projeto em andamento com fomento do CNPq, fruto da parceria entre dois grupos de pesquisa brasileiros: Grupo Educação: desenvolvimento profissional, diversidades e metodologias da Universidade de Taubaté e o Grupo Atividade Docente e Subjetividade da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Com o objetivo de apreender e transformar a realidade educacional, o projeto intitulado “Pesquisa-trans-formação e a categoria Dimensão Subjetiva como recursos teórico-metodológicos para apreensão e transformação da realidade educacional”, será apresentado no XIII Seminário Internacional de la Rede Estrado, que ocorrerá na Universidad Nacional de La Plata em Buenos Aires pelos professores do Mestrado Profissional em Educação Profa. Dra. Luciana de Oliveira Rocha Magalhães, Profa. Dra. Virginia Mara Prospero da Cunha, Prof. Dr. Cristovam da Silva Alves e as bolsistas CNPq Fernanda Marcon, egressa do MPE e Sarah Daher, graduanda de Pedagogia da UNITAU.

Dois outros estudos também serão apresentados no XIII Seminário Internacional de la Rede Estrado: o “O uso de métodos ativos na prática pedagógica dos professores que ensinam Física no Ensino Médio”, associado ao Grupo de Estudos Práticas Pedagógicas em Matemática (PPMat), do Mestrado Profissional em Educação (MPE) da Universidade de Taubaté, da Profa. Dra. Katia Celina da Silva Richetto, Prof. Dr. Willian José Ferreira e Profa. Dra. Maria Teresa Teresa de Moura Ribeiro e o trabalho “Evasão discente no contexto da formação de professores de exatas na modalidade de ensino a distância”, de autoria dos professores do MPE, Profa. Dra. Katia Celina da Silva Richetto, do Prof. Dr. Willian da Silva Ferreira e da Profa. Márcia Regina de Oliveira sobre questões envolvendo a baixa atratividade da carreira docente e a alta evasão deestudantes nos cursos de licenciatura, o que torna o cenário da EaD complexo e desafiador. Entende-se que para reduzir a evasão nas licenciaturas de exatas na EaD é imprescindível investir em metodologias educacionais que acolham e auxiliem os alunos.

Ao regressarem do evento os professores e bolsistas promoverão uma live no dia 3 de outubro, as 19h, online, para dialogar com os alunos do MPE e demais interessados sobre as perspectivas dos trabalhos apresentados com foco nas possibilidades de parcerias internacionais e as tendências das pesquisas voltadas para a formação docente na América Latina.

Compartilhe

Outras notícias

Tenho Interesse




    Pular para o conteúdo